Mansão de Katharina Breznar

High Rock :: ON :: Europa :: Arredores

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Ter 18 Abr 2017, 12:26


Mansão de Katharina




Ao Noroeste da Cidade de Londres em uma área bem distante e remota situa-se a Mansão da Lady Katharina Breznar Zantosa.


_________________
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Ter 18 Abr 2017, 13:43

No capitulo Anterior:
Illêna (ou Ilê como é mais conhecida) era uma garota normal de 12 anos. Fez um relativo sucesso cantando todo tipo de musica.
Estudante dedicada, filha atrapalhada e irmã (gemea) de um garoto com tara polo sobrenatural. Tinha uma vida normal até começar a chamar a atenção de um sujeito um tanto quanto excêntrico chamado "Marko Peters"

usuária de todo tipo de droga, a principio Ilê tomou boa parte de suas visões como alucinações resultante do uso prolongado de alucinogenias, sua convicção nisto foi gravemente arranhada depois de uma visita a uma igreja abandonada aonde foi atacada por grandes tentáculos de sombra.

Muita coisa aconteceu desde então, culminando em um estranho momento aonde ela descobriu que a tia de sua melhor amiga era uma lobisomem! Esta mulher, de nome Hellen resolveu tirar satisfações com Peter já que as investidas dele em Ilê começaram a afetar a vida de sua sobrinha também. Sem escolha, Anna (a sobrinha de Hellen e amiga de Ilê) e Ilê se veem obrigadas a ir até a cabana de Peters.

Pouco se sabe sobre os eventos decorrentes daquela noite, Anna iria atras da tia, mas foi impedida por Ilê, que a manteve em um carro a distancia segura e foi ela mesmo investigar.
Quando ela finalmente chegou a uma distancia segura da cabana escondeu-se atras de uma arvore, e o que ela viu seria capaz de lhe causar pesadelos pelo resto de sua vida. Lobisomens lutavam por toda parte, Hellen lutava para se manter lucida em meio a uma maré de loucura e bem no meio de tudo aquilo estava Peters sorrindo. Alheio a tudo ele caminhava até Ilê, chamando-a.

Sem reação Ilê permaneceu encolhida em seu refugio, contendo a crescente vontade de gritar, mas foi só quando uma mulher estranhamente deformada aparece que Ilê correu, ninguem sabe de onde ela surgiu, mas seguramente ela foi convidada por Marko para assistir aquele bizarro evento. A simples visão dela fez Ilê correr em terror e buscar refugio dentro da casa de Peters, Ela armou-se com uma faca e escondeu-se em um armário debaixo da pia.

Foi a primeira vez que ela ouviu aquela voz monstruosa... Não era Marko, tampouco sua convidada, muito menos qualquer uma daquelas criaturas lá fora... era algo diferente, era um demônio.

Demônio este que simplesmente arrancou Ilê de seus esconderijo com um golpe e parecia nem sequer se incomodar com as facadas que Ilê aplicou em meio a seus desespero. Ele a mordeu, a mordida mais dolorosa que Ilê poderia ter sentido, e ao mesmo tempo que a dor a paralisou veio a estranha sensação de prazer.
Ilê em seus últimos suspiros conseguia ver com clareza o momento em que foi levada para fora da casa de Marko Peters como um grande pedaço de carne preso nos lábios de um cão. Ela ouviu Marko gritar de raiva quando a viu naquele estado ele simplesmente gritava - Ela era minha! MINHA! -
Ilê ouviu a criatura que a segurava dizer palavras inteligíveis, era um agradecimento a Marko pela sua "escolha" que agora o demônio havia, nas palavras de marco "roubado"

Marko iria dizer algo, mas teve seu grito silenciado por Hellen que desferiu um golpe de espada segundos antes de Ilê por fim ficar inconsciente.

Illena Ferros, jamais soube o que ocorreu naquela noite e como se deus os eventos que levaram ao desfecho daquela noite na casa de Peters. Tudo o que seu mundo se tornou quando ela despertou era dor, escruciante e alucinante dor, ela havia acordado a alguns metros do chão, presa por todos os membros e costas em ganchos, ela se sentiu como um pedaço de carne sendo exposto em um açougue. Sabendo que o que quer que houvesse feito aquilo poderia estar perto ela silenciou a reação natural de gritar de dor, e fez um esforço colossal para se soutar.
Ao obter o exito, despencou de três metros de altura no solo coberto por uma grossa camada de um liquido gelado de gosto que mais tarde ela tomaria como ferroso.

Sem forças para andar, Ilê arrastou-se para a saída, mas era inútil, ela viu quando os cascos do demônio se moveram para frente dela, e sentiu quando foi chutada para longe da saida, e tudo o que ele falava era -"Beba!..."- mas ela estava alheia aquilo, ela estava com sede mas recusava-se a beber aquilo -"Beba e toda a dor vai passar"- não era a voz do demônio, não mais, ela viu os cacos lentamente se transformarem em lindas pernas e agora aquela voz agora era doce e sedutora. Foi a possibilidade da dor sumir que fez Ilê beber o liquido rubro.

Beber aquilo fez seus ferimentos se curarem instantemente, e finalmente Ileana ferros se levantou e disparou a correr em busca de uma saida, e aquela mulher apenas a observou com a frieza de um assassino. Ilê encontrou uma porta, a socou com força, mas algo a impediu.
Sem poder fugir e sem poder correr Ilena simplesmente ouviu o que Katharina tinha para dizer...

E foi naquela noite que Ilêna Ferros entendeu que seus dias de caminhar no sol haviam acabado, e que agora, sua vida tinha um novo propósito.

Por fim, ciente de seu abraço, Ferros entregou-se a Katharina que tão logo tratou de melhorar o visual da garota para algo que lhe fosse mais "aceitável" aos olhos de seu criador...

A garota de 12 anos agora estava morta. E seu corpo sendo deformado era o rito de passagem para o mundo de visões peculiares dos Tzimice.
-----

Quantas horas fazem desde que a Sra. Katharina me modificou, foi um processo mais longo e doloroso do que eu poderia imaginar, quando finalmente terminou vi um sorriso se alargar no rosto dela e aquilo era tão bonito e ao mesmo tempo perturbador que eu simplesmente não conseguiria encontrar um adjetivo que conseguiria se encaixar de maneira adequada,eu so poderia dizer que olhar para ela é como estar em um pesadelo, e estranhamente era um tipo de pesadelo bizarro aonde eu não queria nunca acordar.

Ah! Perdão, fui displicente, você deve estar se perguntando quem é Katharina, bem... Em uma palavra ela é aquilo que eu chamo de mãe, eu sei que é confuso para você entender do que eu estou falando, se te conforta em alguma coisa, isto também me deixa confusa. A Sra. Katharina e uma mulher alta, languida e de silhueta bonita capaz de enlouquecer qualquer homem que a observasse a distancia... por que a distancia? Bem, bastasse você chegar perto o suficiente e você iria perceber que o corpo dela esta sempre cercado por uma densa fumaça enegrecida, quase como se as sobras estivessem sempre a abraçando. Olhe novamente mais de perto e perceba que o que há debaixo daquela penumbra negra não e uma pele macia e quente, pelo contrario, o que quer que exista ali me lembra muito mais a couraça de um escaravelho com um lindo brilho metálico enegrecido, tão rígida que nem a mesmo a mais afiada das espadas conseguiria atravessar. Até mesmo o cabelo dela parece ser feito desse material coberto com sombras. Sim, de alguma maneira eu acho ela linda, não sei te explicar o motivo, mas eu acho que ela é feita na singularidade dela, mas sabe qual é a parte que eu mais gosto? O rosto dela. Você já viu a perfeição do rosto de uma boneca de cerâmica? Era exatamente assim que a pele do rosto dela era, tão linda e lisa que parecia ser feita de cerâmica, até mesmo tinha trincos, isso mesmo, o rosto dela era trincado próximo aos olhos cor de rubi dela, era divino.

Falando em pesadelos... Tive a forte impressão de que eu estava em um quando minha mãe me mostrou o que ela fez em mim, ela me posicionou frente a um espelho d'água observou minha reação, ela ficou ali do meu lado parada mantendo aquele sorriso sádico, como se esperasse que eu gritasse de desespero. Era simplesmente surreal, aquela aparência alien que se mostrava no reflexo era tão assustadora e bela que minha primeira reação foi olhar para o lado e perguntar confusa: -Esta sou eu?- e que voz era aquela? Era minha voz? Minha mãe nada fez, apenas alargou o sorriso e meneou a cabeça, confirmando, sim, o reflexo era meu.
Eu estava muito diferente, eu não havia só crescido, ela também mexeu na minha pele, transformou cada centímetro naquela couraça, mas a minha era arroxeada, meus cabelos se transformaram em grossos caules marrons feitos do que me parecia cartilagem e havia estranhos veios que brilhavam uma luz lilas fantasmagórica, quando levei uma das minhas mãos ao meu rosto percebi que até minhas mãos estavam diferentes, elas estavam mais bestiais: -Algo em mim esta achando que tudo isto e lindo mesmo eu sabendo que eu mais pareço um monstro que se esconde debaixo da cama... Isso- eu me virei para a Sra.Katarina e procurei cuidadosamente as palavras adequadas -isso faz sentido?- falei lentamente, dando o tempo necessário para que cada palavra tivesse sua própria gravidade.




_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Qui 20 Abr 2017, 05:47

No episódio anterior...:
Muitas perguntas foram feitas na segunda noite de 'não-vida' de Ilena Ferros.
Sua mãe (Katharina uma tzimice que tem existido por mais de 800 anos) pacientemente respondeu a cada pergunta com atenção minuciosa. Talvez a coisa que mais deixou Ilê intrigada é o consumo de sangue, ainda com consciência e visão de humana Ilê recusou-se a consumir o sangue tão precioso para sua própria existência, para ela, este requisito era estranho em demasiado e não fazia sentido algum, frustrada, a nossa protagonista sabia que so existia um meio que poderia aliviar sua tensão.
Katharina sempre soube vícios de sua 'filha' , de fato, para a vampira mãe, Ilê por vezes era tão fácil de ler quanto um livro, seguramente um livro interessante de ser ler, mas ainda assim fácil.  
Ferros nem sequer precisou balbuciar algo para conseguir seu kit, tratava-se de um pouco de heroína e uma seringa, Ilê tentou inserir em seu próprio braço, mas a couraça que tornou sua pele impediu esta ação, o que so agravou o sentimento de frustração da garota, sabendo que havia apenas um canto que permanecia  fácil de perfurar com uma agulha ela não exitou, simplesmente colocou a linguá para fora de sua boca   e injetou a droga ali. Naquele instante, qualquer um que olhasse de longe teria certeza de que ela ela estaria de alguma maneira colocando um piercing na lingua com uma seringa gigantesca.

E bem verdade que era inútil, afinal não havia pulsação que fizesse a droga fazer seu caminho natural para o cérebro, mas isso não importava, não era mais seu corpo que pedia por aqui, era sua mente que implorava por qualquer coisa que pudesse ser injetada.

Horas mais tarde a jovem cainita dirigiu-se a uma biblioteca dentro da mansão de sua mãe, estudou em livros antigos a respeito do que é o Sabá, sobre a Camarilla, sobre Caim, Lilith e os lupinos... Muitas de suas perguntas foram respondidas em manuscritos tão velhos quanto o próprio tempo, talvez duas ou três horas depois  Ilena saiu dali e foi andar pelas dependências da mansão, e nesta caminhada encontrou novamente com sua  Katharina.

Katharina estava no canil, observando cães deformados. Tão logo quanto pode Ilê, em segredo, tratou de praticar seus 'dons" recém adquiridos, como um rato, ela tentou entrar na mente de Katharina esgueirando-se em meio a distração de sua mãe, de certa forma ela conseguiu, mas  foi uma vitória ilusória, o olhar de sua mãe explicitou o obvio, não foi Ilê quem entrou escondida, foi Katharine quem a convidou para entrar na sua mente.

Em meio a tudo isso, Katharine explicou a respeito de 'animalismo', e tão logo entendeu Ferros tentou praticar.

-----

Por fim (e finalmente) Ileana saiu pela primeira vez da mansão, escondida dentro de um carro, fosse por curiosidade, fosse por preocupação ela decidiu ver sua amiga Anna (se você esta perdido, sugiro ler os resumos... Ilê e Anna tem história... ).  Ilê de maneira consciente fez um pacto de sangue, o primeiro laço com Anna, que aceitou sem medo. Naturalmente, a estranha relação de Anna com lupinos não agradava nada Katharina, e seguro dizer que a velha Tzimice não veria aquela escolha de carniçal com bons olhos.

Mas que tzimice pode julgar Illena Ferros? Para ela Anna não era só  sua melhor amiga, era algo mais, algo que para um tzi é ainda mais importante que amizade... Anna era SUA PROPRIEDADE.  

Se a escolha  de Anna como futura carniçal foi racional ou fruto do estranho desejo possessivo dos Tzi so o tempo pode dizer...

Terceiro dia... Terceiro dia... Terceira noite?...

Naqueles dias as vezes eu me esquecia do que havia me tornado... Tudo era tão terrivelmente novo que era difícil de me adaptar, naturalmente havia muitos méritos, por exemplo, a despeito de eu ter acordado novamente com aquela estranha fome, despertar com a seringa já preparada do lado da cama, prontinha para ser usada era muito bom, me passava a falsa segurança de que eu não precisava esconder o quão fud*da eu era por uma agulhada. Diferente de ontem em que minha mãe estava do meu lado me observando quando acordei, ali eu estava sozinha, naturalmente como uma maldita viciada eu olhei para os lados antes de mexer em qualquer coisa, o tipo de comportamento que eu mesma repreendi -O que você tá querendo esconder? Todo mundo aqui sabe que você é uma viciada... Ou você acha que isso daqui surgiu do nada? Alguém deixou a heroína prontinha para ser usada- era o grilo falante -Você tem razão...- simplesmente concordei enquanto dava pequenas batidas na seringa afim de tirar as pequenas bolhas de ar, e sem muitas cerimonias lá estava a agulha de novo, 4 centímetros penetrando a minha linguá tudo para me deixar doidona. -do you wanna get high? - era a voz da minha cabeça imitando a voz do Towelie* enquanto seringa  inflava minha linguá com uma dose que seguramente levaria a óbito qualquer imbecil que se atrevesse a fazer aquilo.  -Sim eu quero... Sim eu preciso...- eu apenas respondi quando me inclinei e deixei a seringa escorrer por entre os dedos e cair no chão.

Talvez eu tenha perdido algo em torno de 10 minutos esperando a brisa acontecer, mas era inútil, se ela me arrematou foi tão rápido que eu nem sequer senti. -Porque nada acontece?-  eu me perguntava enquanto colocava meu manto -Tem que ter algum motivo...- eram eu tinha muitas perguntas, felizmente, a Sra. Katharina havia guardado as respostas em um único lugar, seu acervo pessoal de livros se provava muito útil para alguém como eu... Sim, eu preferia mil vezes ficar ao lado dela e perguntar, ouvir cada silaba de conhecimento da boca dela, na verdade, so o fato de eu me imaginar do lado dela já me deixava arrepiada de um jeito bom -Estamos apaixonadas?- era uma pergunta bem pertinente -Essa palavra não me parece ser adequada... Encantada talvez, a nossa mãe e fantástica de muitas maneiras..- eu apenas respondia. -Chame do que quiser, eu sei o que sentimos, você não pode mentir para si mesma...- eu optei por não responder aquilo, era inútil discutir com o maldito grilo falante. -Será que Anna sente a mesma coisa por nós?- era outra pergunta que eu preferia ignorar.

Sem perder tempo entrei na biblioteca e já comecei a pegar os livros e manuscritos que me pareciam mais importantes, eu tinha perguntas demais e livros de menos... ao menos era a impressão que eu tinha.  


------

Off:* Towelie é um personagem do South Park, sempre que ele aparece ele pergunta "Você quer ficar doidão?" (Do you wanna get high? ) eu acho hilário..

Towelie:


_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Qua 26 Abr 2017, 11:41

Passa-se outro dia e na noite do dia seguinte Illena acorda.
[-1 pontos de sangue.]

Katharina adentra o quarto de Illena, a voz dela é sempre mansa e calma.
- Boa noite criança. Te revelo que gastei um tempo vagando entre suas memórias, percebi que Marko se comunicava bastante contigo através do auspícios. Ele usava algo chamado Projeção Psíquica, ele também carregava sua consciência junto utilizando de um ritual de transporte.
No caso dele, pelo que eu pude notar não é um ritual mas um artefato que amplia os poderes psíquicos permitindo tais façanhas.

Você quer dar uma volta comigo hoje? Eu também sei andar por estes caminhos que ele trilha e tenho coisas para lhe mostrar.


avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Qui 27 Abr 2017, 08:33

Quarta noite sem comer.

Posso sentir algo se revirando no interior da minha mente, como se um lobo faminto estivesse a espreita esperando um momento de distração para enfiar os dentes em mim, não sei se eu tenho sonhos, nunca li nada a respeito sobre o sono dos não-vivos na biblioteca, mas tenho certeza de que esse monstro me observa enquanto eu durmo, e tenho certeza de que ele me visita nos meus sonhos. -Isto é o que chama de besta?- eu me pergunto ainda de olhos fechados. -Sim... E ele esta sempre aqui, como um convidado que se recusa a sair, não sei se eu consigo lidar com isso- ouço o grilo falante sussurrar baixo, o que quer que seja essa besta ele tem medo.

Finalmente abro meus olhos, e lá esta minha mestra, apenas me observando com aquele estranho olhar curioso, não sei o motivo, qualquer pessoa que me olhasse daquele jeito enquanto eu estivesse dormindo me daria medo, mas não ela, ela não me assusta, eu não consigo tocar a mente dela, e também tenho muita dificuldade de ler suas expressões, mas instintivamente sei que havia algo que a deixava preocupada. -Sim é tudo o que mais desejo mãe- apenas respondo enquanto me levanto e espano do meu corpo a terra que sou obrigada a dormir em cima noite após noite.



_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Sex 28 Abr 2017, 17:14

Katharina - Venha comigo.

Ela segue até um local da casa bem afastado, uma sala grande e quadrada com quatro pilares que parecem sustentar o teto. Os móveis tem estilo rustico e tem cara de serem antigos. A iluminação é feita com candelabros com seis velas. Katharina mexe em alguma coisa em algum canto que faz com que o chão comece a afundar revelando uma escadaria lateral conforme vai afundando.




O Desenho do Chão é bem detalhado e parece estar estranhamente vivo.

avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Sex 28 Abr 2017, 20:51

Meus pés estalavam sob o piso exaustivamente polido me anunciando para quem quer que quisesse prestar atenção, o mesmo não parecia acontecer como minha mestra, ela se movimentava graciosamente por vezes eu a imaginava flutuando de tão silencioso era seus passos.   Claro, você sabe, tenho problemas quanto a velhos vícios de outra vida, e esta manhã não tive tempo para me injetar algo, felizmente certos vícios podem ser intercalar, e como você sabe, eu já estava a 4 dias sem comer, eu até tentei noites atrás comer alguma coisa, para ser mais precisa, um pedaço de pão... Não foi uma boa ideia, bem, para começar porque tive a sensação  de estar comendo merd*, Não sei como seu paladar fica zoado depois que você... bem... morre, mas tenho certeza de que muda, não importa o que eu tente comer, tudo tem exatamente o mesmo gosto, é ruim e amargo, tão amargo que não importa se for um pedaço de bife com catchup* ou o mais doce dos chocolates, tudo se torna intragável, e mesmo depois que você faz um esforço  colossal para engolir a coisa volta, é como se você estivesse vomitando todas suas viceras junto. Lição dada, lição aprendida. Naquela noite aprendi que eu não poderia comer.

Então como não posso comer nada, resolvi que vou tentar enganar minha cabeça, simplesmente comecei a tomar quantidades cavalares de vinho e me referir ao vinho como se fosse sangue, que foi? Tá me julgando porque? É vermelho igual... Não é uma ideia tão burra quanto parece, ao menos eu não vomito, tudo bem, fico com aquele perfume adocicado que só o consumo exagerado álcool pode dar, e confesso que to exagerando só um pouco na quantidade, em especial porque ando sem meu doce favorito, ao menos hoje ainda não tomei, mas como eu disse, vícios podem se intercalar, na falta de um doce fico com o outro... E  desconfio que minha mestra nem sequer viu quando um criado me trouxe uma garrafa de vinho, porém, acredito que ela tenha ouvido quando eu joguei a garrafa vazia a uns três minutos atrás no jardim. Claro, eu vou voltar ali e recolher e descartar tudo da maneira certinha, só não quero que ela me veja fazendo isso.

Finalmente chegamos a um lugar curioso, eu já havia passado por aqui é bem verdade, mas nunca me ative a este lugar, afinal, ele não tem nada... Ou melhor não tinha nada, não sei o que a minha mãe fez, mas uma escada acabou de aparecer! -Okay,  justamente quando pensávamos que conhecíamos todos os cantos dessa mansão ela vem e aparece com isso... Ei, aquela imagem lá tá se mexendo? -


---
off

*: referencia a pessoas com gostos exoticos por comer coisas com qué té chu pé

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Ter 02 Maio 2017, 09:07


*Uma escadaria impressionante se revela, decorada com vários símbolos que Ilê nunca vira antes e também não tem ideia do significado. Sua Mãe Katharina parece deslizar suave e elegantemente a cada passo que dá escada abaixo.*

M - Devo lhe informar que não manterei contato telepático contigo, nossas mentes mantem frequências diferentes das dos vivos que são mais fáceis de se acessar. Se tiver algo para falar ou perguntar, por favor fale.

*Ao descer as escadarias você vê uma ampla sala decorada com móveis apenas nos cantos que se restringem a balcões e mesas e nenhuma cadeira.

As escadas paralelas são circulares e descem criando uma espécie de cúpula no centro. Tem portas de madeira reforçadas e bonitas.nas extremidades e sobre as mesas tem candelabros de 6 velas para iluminação assim como materiais de alquimia. Porem o que te chama mais a atenção é uma Bela Estatua de madeira próxima a saída das escadarias onde sua mãe se ajoelha por alguns breves segundos e então se levanta.



Estatua


Katharina após se levantar toca a estatua que brilha os olhos fazendo todos os castiçais se acenderam e criarem uma iluminação perfeita no local.*
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Ter 02 Maio 2017, 09:34

-Eu digo amém! Aqui dentro já esta bagunçado o suficiente, visitantes não são bem vindos- escuto o gafanhoto falar aliviado dentro da minha cabeça. -Sim mestra.- me limito a responder.

Era impossivel descrever com palavras a magnitude daquele lugar secreto, imagino que em tempos áureos desta mansão aqui fosse um salão de festas ao algo do gênero -Sério?!Então tá, porque alguém faria um salão de festas como se fosse camará secreta?!-

-Alguém que quer dar festas escondidas aparentemente... duuuh- me limitei a responder enquanto sentia a textura de uma das grandes portas a minha frente. -Madeira? Isso é madeira? Não parece.- antes mesmo que eu conseguisse encontrar uma resposta que conseguisse explicar o que era aquele material tive minha mente invadida por imagens, centenas, talvez milhares delas em um segundo, era difícil dizer o que eram, mas eu tinha certeza do que poderia ter causado, minha mestra havia dito que nasci com um dom muito alto para ver o sobrenatural nas coisas, mas disse isso so funcionaria se eu quisesse ver. -Isso é o que nossa mestra chama de "auspícios"?- ouvi novamente o grilo falante perguntando confuso. Eu calmamente fui tocando nos moveis ao meu alcance, de canto de olho pude ver a mestra ajoelhada diante de uma estranha estatua bestial, ela não havia me falado nada e eu achei melhor prosseguir como o que eu estava fazendo.

Quanto mais eu tocava nos objetos mais imagens invadiam minha cabeça, eram tantas coisas que era difícil dizer do que se tratava, candelabros, mesas, portar, balcões até mesmo os tijolos pareciam cortar fragmentos de uma mesma história, um emaranhado de memórias que eu simplesmente não conseguia montar com nitidez, fechei meus olhos por alguns segundos, tentando encaixar cada imagem em uma única história, e o pouco que vi me causou um arrepio macabro, e quando as coisas começaram a fazer sentido, quando as peças finalmente se encaixaram fui desperta de meu insight pelo clarão das velas acendendo. Minha mestra estava de pé agora diante daquela estua bizarra e eu finalmente me vi com coragem o suficiente para fazer uma única pergunta:


-Que lugar é esse?-

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Ter 02 Maio 2017, 10:04




Ilê ao tocar nas coisas vai recebendo pequenos fragmentos que começam com pessoas estranhas que ela nunca vira antes descendo estas mesmas escadas, cultuando a estatua e fazendo poções nas mesas, então quando ela toca em uma das portas uma forte presença assustadora a aterroriza. Um rugido tremendo que faz com que Illena sinta a baforada de seu hálito escaldante se faz presente em sua mente.



A mente de Ilê é suprimida por apenas resíduos da presença uma criatura terrível.


[Teste de Coragem dif 7 três sucessos necessários ou Illena toma dano mental na forma de dano letal(3 no total absorvíveis pela coragem) por ser incherida]


M - Tenha cautela Illena. Usar auspícios nesta sala pode lhe ser perigoso ainda. *Ela fala isso por percebe alguma reação sua.*

_________________
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Ter 02 Maio 2017, 10:11

off: Hora de rolar DADINHOS!

3 dadinhos para três testes de coragem...

já que não sei o resultado vou torcer para que minha mão não me trole!


lá vai

Illena Ferros efetuou 3 lançamento(s) de dados D10 (Imagem não informada.) :
10 , 8 , 4

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Ter 02 Maio 2017, 10:46

Katharina não havia me respondido, e se o tinha eu não havia escutado, pois bem, mais uma vez fechei meus olhos, tentando montar aquele quebra cabeça de imagens, confesso agora que não foi exatamente uma ideia inteligente, mas na hora... bem na hora me pareceu o único jeito de entender o que era aquele local.

Como posso te explicar o quão ruím foi aquilo? Bom, para começar minha cabeça foi tomada por vozes falando coisas incompreensíveis, vi centenas de rostos, nenhum deles familiar descendo aquelas escadas tocando os mesmos tijolos e interagindo de várias maneiras diferentes com aqueles objetos, alguns riam de felicidade, outros gritavam de dor e muitos pareciam estar alheios a tudo aquilo enquanto entoavam mantras para algo ancião. De algum modo eu estava lá, no meio daquelas pessoas interagindo com elas, minha mestra já não estava mais ali, e se estava eu não a via, não, a sala estava de novo cheio de gente, cheia de vida, pessoas de todos os tipos e gostos estavam lá e no segundo seguinte, tudo virou pó, e eu senti o chão tremer, senti algo atras de mim, uma silhueta tão monstruosa que somente a sombra já me faria ter pesadelos pelo resto da vida . Eu sabia que se eu me virasse encontraria algo que me perseguiria sempre nos meus sonhos, mas confesso que a curiosidade e a vontade de saber sempre falaram mais alto que meu juízo... Quando me virei vi um dragão, os olhos deles eram amarelos e pareciam ser feitos da mais quente chama do inferno e suas escamas mais negras do que a mais densa noite ele me encarou, senti o ar incandescente sair de suas narinas, ele calmamente aproximou o focinho de mim, ele estava me cheirando? E quando ganhei coragem para estender a mão e toca-lo ele rapidamente recuou , o semblante curioso dele havia mudado e aqueles olhos de chamas arderam em ódio, eu sabia o que ia acontecer, vi quando ele encheu os pulmões de ar, minha ultima reação foi cair de joelhos, cobrir a cabeça e fechar os olhos depois disso tudo o que eu senti foi fogo e dor, senti minha carne queimando, senti o cheiro do meu couro se tornando carvão e consegui até mesmo ouvi meus ossos estalando com o calor. E quando tudo se tornou insuportável, quando a dor se tornou algo impossível de se conter tudo acabou, eu estava de volta a sala com a minha mestra.

Katharina estava de costas para mim, apenas pediu para que eu não fizesse o que eu já havia feito, eu estava de joelhos no chão, senti o medo me possuir, mas afastei-o rapidamente, me levantei, e me aproximei da minha mestra. -Peço perdão, fui fraca e cedi a minha curiosidade...- eu não tinha forças para falar então eu apenas sussurrava com a voz tremula, rapidamente me ajoelhei diante daquela estatua bestial assim como minha mestra havia feito antes , assim como ela fechei brevemente meus olhos e senti algo gelado correr pelo meu rosto, eu não sabia exatamente o que eu estava fazendo, mas se ela fez, era o certo a se fazer também. Antes de levantar abri meus olhos e vi pequenas gotas de sangue no chão, rapidamente levei a mão aos meus olhos e contestei o obvio, eu estava chorando sangue.

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Ter 02 Maio 2017, 11:56

M - Lacrimae Sanguinis - Ela faz um pequeno gesto com a mão direita e Illena nota que suas lagrimas evaporam - Este local minha pequena, - Ela vai até Ilê e a ajuda a levantar - é onde eu pratico meus maiores experimentos e treinamentos, treinamentos estes que não costumo dividir com ninguém mais ninguém menos que meus melhores aprendizes ou treinar com os melhores professores. No momento você ainda precisa da iniciação. * Ela endireita a postura e profere algumas palavras em uma linguá que Ilê não entende enquanto levanta as mãos para cima.

O chão começa a se abrir lentamente enquanto ela vai falando, um circulo vai se alargando e através dele você só consegue escutar guinchos de feras vindo daquele portal e não vê nada alem de uma densa névoa roxa. Uma mão rapidamente sai de lá de dentro tocando o solo fora daquilo que tudo indica ser um portal. Aquela criatura começa a se rastejar para fora pouco a pouco. Illena escuta a palavra Abraxas várias e várias vezes enquanto sua Mãe e Mentora continua proferindo várias palavras.



_________________
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Ter 02 Maio 2017, 12:27

-Treinamento? Então o que era aquela coisa cuspindo fogo?!-

-Sim ela disse, mas também disse 'experimentos' e alguns desse, ao menos no decorrer da história não devem ter dado muito certo- apenas respondi enquanto minha mãe entoava mantras em uma linguá que me parecia muito incomum, a única coisa que eu percebia com frequência naquela linguá era uma palavra que simplesmente não me remetia a nada "Abraxas"

Não demorou muito para as sobras se reunirem em um ponto que seria impossível disso acontecer, era como se elas estivessem ignorando a luz e se reunindo no chão, formando um buraco, um buraco de sombras, e de lá debaixo eu ouvi uma voz bestial responder, eu não entendia nada, mas resolvi observar em silencio.

Meus temores se confirmaram quando aquela imensa garra saiu do portal, no começo pensei que era uma criatura de sombras, mas eu estava enganada, era algo tangível, era algo que me lembrava marfim enegrecido com um brilho fosco com olhos mais brilhantes que rubis e fileiras de dentes tão afiados que poderiam te cortar no meio so de você imaginar. Muito bem, admito que depois de ver aquele dragão negro eu não estava exatamente um poço de coragem, claro, meu primeiro pensamento foi correr, mas fiquei olhando Katharina, ali parada, alheia aquilo na frente dela, o que quer que fosse deveria estar obedecendo a ela, sendo assim, não havia motivos para temer.

-Iniciada? Iniciada em que mestra?- perguntei com grande interesse.

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Seg 08 Maio 2017, 14:03

Katharina te explica o básico sobre a feitiçaria Koldun dos Tzimisce e uma pitadinha sobre Kupala a Deusa Demônio dos Tzimisce. Katharina e Abraxas preparam alguns rituais com ervas misturadas com a terra nativa dos Tzimisce, também raízes, muitas raízes e ervas que Illena nunca vira antes.

Katharina - Está pronto, vamos para a sala do arrebatamento. * Ela fala aquilo olhando para Illena depois para aquele monstro e segue para uma das portas.*
[Não a que você tocou com auspícios, um outra.]

Katharina destranca a porta e fala algumas palavras antes de abri-la.


O Local tem uma iluminação dada pelas energias que ficam fluindo do chão para o teto. Uma Água brilhante que fica gotejando de baixo para cima é envolta por uma coluna de fogo que fica circundando a mesma a visão é surreal porem muito bonita.

Katharina coloca um pote com a mistura preparada no chão no centro da sala onde tem um pequeno altar. Ela te chama para ir lá.
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Seg 08 Maio 2017, 14:47

Eu estaria mentindo se não admitir que eu não me impressionei com o que vi... Eu vi minha mestra fazer cada ação com graciosidade e uma naturalidade que me faziam ter muito mais do que respeito por ela, eu estava com uma admiração legitima por minha mãe Katharina... Para mim cada movimento dela era capaz de rasgar o ar e explodir minha mente em mil pedaços, era gracioso, não sei se você vai entender o que digo, mas mesmo assim vale o esforço, ela "dançava" na minha frente, eu sei que aqueles movimentos faziam parte do ritual, sei que cada ação tinha uma lógica por trás, ela me explicou em detalhes cada movimento, e eu mesmo tentei imita-la do meu jeito singular, mas obviamente não obtive sorte alguma.

Era difícil dar uma estimativa de tempo naquele lugar, não havia relógios ou janelas para termos noção de tempo, mas de algum jeito estranho eu estava com a impressão de que o tempo se passava mais devagar lá em baixo, como se o tempo se esticasse naquela sala. Se eu excluir a vergonha que eu passava tentando fazer os rituais que ela fazia sem qualquer exito... bem, tudo estava "tranquilo" a parte ruim era, eu estava com uma sede que eu nunca tinha sentido antes, e o mais estranho, eu tinha fome, quando minha mãe me abraçou disse que eu não sentiria fome, mencionou apenas a sede mas não a fome... aquilo era estranho.

Foi quando minha mãe falou de "arrebatamento" que minha curiosidade se atiçou, eu não fazia ideia do que ela queria dizer com isso... Ela abriu uma nova sala, uma do tipo que você só veria em pesadelos dignos de filmes de terror, pensando melhor agora, parecia mais uma sala abandonada de um monastério, talvez uma capela? Mas se aquilo era uma capela aonde estariam os crucifixos e os santos? Eram perguntas demais... e foi ai que eu incidi no erro, eu fiz de novo, comecei a "sentir" a sala enquanto eu caminhava calmamente adentrando na capela... Desta ver tentei me concentrar no que quer que viria, esperando que dessa vez nenhum dragão saísse da escuridão desta vez.


-----

OFF:

Hora de rolar os dadinhos!

3 dadinhos de auspícios versus dif 6!

Illena Ferros efetuou 3 lançamento(s) de dados D10 (Imagem não informada.) :
9 , 10 , 9

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Seg 08 Maio 2017, 16:28

*Primeiramente Illena vê três flashs de pessoas acorrentadas e prostradas em volta deste pequeno altar. Nada de mais apenas isso.

Segundo ela vê o que parece facilmente ser um demônio feminino, extremamente bonita e sedutora ao lado de um Cainita(Illena nota isso pela cor da pele pálida.) e do outro lado desta pessoa sua Mãe realizando uma iniciação parecida. Essa Cainita toma a receita de ervas, raízes e outras coisas que fica como um suco e então se deita no meio do altar. Sua Mãe e aquela outra demônia se ajoelham em volta dele, um de cada lado e seguram juntos um punhal, fincando a adaga no coração do mesmo que geme de uma tremenda dor e adormece.

Sua terceira visão é aquele mesmo Dragão, desta vez ele te vê mas também vê Abraxas e sua Mãe. Desta vez ele apenas solta fumaça de suas narinas muita fumaça, até encobrir tudo e todos os restos e sua mente volta.

Katharina te chama novamente. - Illena Beba. *Ela te alcança o pote com a mistura.*
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Seg 08 Maio 2017, 16:45

-O que foi aquilo?!-
-a resposta esta pergunta esta a um gole- apenas me ouvi respondendo enquanto calmamente peguei o estranho pote das mãos de minha mestra, eu não sabia se ela havia percebido que eu havia "ouvido" o que a sala me contava, de todo jeito se ela percebeu não demonstrou, ou talvez não se importasse, a verdade é que isto não parecia ser uma preocupação dela, o que me tranquilizou um pouco, afinal eu vi aquela criatura de escamas negras de novo -Isso é perigoso?- me ouvi perguntando. -Do que tem tanto medo? Você já morreu mesmo- apenas pensei calada enquanto aproximava calmamente o pote do meu nariz para sentir o cheiro da mistura, e era sem dúvida um cheiro forte, um cheiro ferroso e pesado, o tipo de cheiro que eu não esqueceria.

-Existem coisas pior do que a morte...- agora era a voz de minha mãe dentro da minha cabeça, eu não sabia dizer se ela entrou lá ou se era um jeito do meu outro eu brincar comigo.

-Viver com medo nunca foi meu estilo...- falei calmamente e virei todo o conteúdo da estranha taça de uma só vez, o gosto era forte e indescritível e o liquido denso como alcatrão ou assim me pareceu.

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Qua 10 Maio 2017, 12:51


No momento que bebe daquela mistura você sente um frio incomum, mas só isso também. Katharina pede que você se deite no local e o demônio se posiciona do outro lado.

Katharina - Vai ficar tudo bem. * Ela pega um punhal retorcido, idêntico ao que você viu na visão e levanta o demônio segura o punhal junto dela e os dois desferem um golpe seco e forte contra seu coração. Illena apenas toda sua força se esvaindo. Ela perde a consciência. *

[/Illena]
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Seg 22 Maio 2017, 18:53

:v oi caro leitor, este post e continuação dos eventos acontecidos lá na UMBRA, se quiser entende-lo dá um pulinho lá Very Happy
-----

Se ir para o inferno é cair voltar para este plano não é exatamente subir, quero dizer desta vez senti como se estivesse sendo puxada, tragada por um vórtice que parecia existir so na minha cabeça, mas o ruim não é nada disso, o que é pior é a falta de controle, e como cair e não ter como colocar as mãos na frente do rosto, você sabe que vai bater com a cara no concreto mas não pode fazer nada a respeito.

E eu voltei? Sim voltei. Eu reconhecia aquele teto, não era como aquela igreja bizarra, não, esta era sala secreta da Mansão de minha mãe, minha primeira reação? Eu levantei e permaneci sentada por alguns segundos, eu nem sequer havia percebido que havia uma adaga enfiada no meu peito atravessando de ponto a ponto meu torso, eu estava babando como uma besta faminta e tudo o que consegui dizer com uma voz semi gutural foi - Tenho fome...-


----

Hora dos dadinhos!

Teste de frenesi 3 dadinhos de autocontrole :v
Dificuldade? 8... Que Nimb abençoe minha mão...
Illena Ferros efetuou 3 lançamento(s) de dados D10 (Imagem não informada.) :
6 , 1 , 9

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Seg 22 Maio 2017, 19:06


* Os olhos de Illena vagam pelo chão que tem diversas marcas de sangue velho e que já se fixaram ao chão como uma pintura negra antiga, e algumas possas de seu próprio sangue alem do cálice que tinha aquela mistura de sangue amargo e sujo.

Tudo isso faz com que Illêna perca a conciencia para sua fome. Ela entre em um estado de sono, onde ela só se enxerga em um mar de escuridão sem fim.

Antes de acordar ela tem a impressão de ter sonhado um sonho vago, de flashs onde ela se vê naquela mesma sala olhando para um mulher assustada que faz com que Illêna desperte do sono com seu grito, um grito capaz de abalar o espirito de qualquer um que ouse escuta-lo.

[Teste de Consciência/Convicção dif 6]
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Seg 22 Maio 2017, 19:20

Você já acordou de um pesadelo? Nada faz sentido, você se senta na sua cama e tenta entender o que se passou enquanto lentamente percebe que não esta mais dormindo, isso talvez dure o que? Uns 5 segundos? Mas na sua cabeça deve dura uma eternidade não e mesmo? Era assim que eu estava.

Eu estava coberta de terra, parecia que alguém jogou terra em cima de mim do jeito mais maluco possível e havia rastros de sangue no chão, não eram lá grande coisa, apenas gotas secas como se alguém sangrando pouco houvesse passado por ali na noite anterior e o quarto de maneira geral não parecia revirado de maneira alguma -Afinal o que aconteceu?- eu fiquei me perguntando enquanto permanecia sentada na minha cama, eu recapitulava cada um dos meus passos e sempre terminava com um grande borrão após acordar na camará novamente.

Okay não era exatamente borrão, estavam mais para imagens sem qualquer nexo, e a maioria delas parecia ter saído direto de um filme de terror extremamente gore... Não era bom pensar naquilo, ma eu queria entender.

Felizmente os criados de minha mãe já conheciam meus hábitos, próximo a cabeceira da minha cama já havia uma garrafa de vodka, eu a bebi vagarosamente enquanto eu pensava tentando reconstruir tudo o que se passou na minha cabeça, foi só então que eu percebi -Como minha sede sumiu?- e então tudo fez sentido, não era um pesadelo gore, aquilo foi real, para piorar fui eu quem rasgou aquela mulher sem piedade. Não sei como, e não entendi o porque, mas eu sei que eu bebi o sangue dela e comi sua carne.... -Santo cielo,o que eu fiz? Porque?....-

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Seg 22 Maio 2017, 19:24

Dadinhos cons/conv 3 dadinhos!


Illena Ferros efetuou 3 lançamento(s) de dados D10 (Imagem não informada.) :
3 , 2 , 8

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Mestre em Seg 29 Maio 2017, 12:03


Está tudo bem com a consciência de Illêna, ela está apavorada por ter feito aquilo, mas sabe que no fundo não foi culpa dela e sim do que ela se tornara. Talvez algo que não goste, ou...
avatar
Mestre
Admin

Mensagens : 1330
Data de inscrição : 01/03/2016

http://highrock.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Illena Ferros em Ter 30 Maio 2017, 03:59

-Você sabe que não pode mentir para si mesma não é?Assuma sua verdade...- era tão somente a voz da minha cabeça sussurrando com naturalidade na minha orelha -Você gostou do que você fez...-


-Não, aquilo é errado e...- eu respondi, mas ates que eu pudesse continuar a voz respondeu -Mesmo? Você sente culpa? Não, você esta confusa e é so...- eu reconhecia aquela voz, aquela voz era daquela criatura angelical que encontrei naquele castelo, e por mais que eu tentasse negar ele estava certo, ainda que eu estivesse confusa, e mesmo que fosse inegável o que eu fiz, de certa forma eu havia gostado, todavia, não era algo que eu pretendesse fazer tão cedo, definitivamente aquela não era eu.

Eu perdi mais meia hora antes de me levantar, minha garganta estava seca e embora eu não estivesse com aquela sede
eu precisava entender o que havia acontecido melhor, eu precisava de mais, precisava entender o que era "a fera" que vivia dentro de mim...

_________________
-I am about to bring war upon you, I will kill your people in front of your idols. The place will be littered with corpses and you will know that I alone,I am the lord-


Legenda
Pensamentos- Narração -Falas -


A Dama de Ferro (ficha)

avatar
Illena Ferros

Mensagens : 133
Data de inscrição : 20/03/2017
Idade : 29
Localização : Dizem que a burrice tem suas vantagens... Diga-me é verdade?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Katharina Breznar

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

High Rock :: ON :: Europa :: Arredores

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum